quinta-feira, 4 de outubro de 2012

A ATUALIDADE DOS PROFETAS MENORES                 capitulo  01.2        





Texto Aureo:
Lições Bíblicas Mestre <br>Jovens e Adultos <br>4º trimestre de 2012“Toda Escritura divinamente inspirada é proveitosa para ensinar, para redarguir, para corrigir, para instruir em justiça, para que todo homem de Deus seja perfeito e perfeitamente equipado para toda boa obra”. 2 Tm 3.16,17
Verdade prática: A AT
Quanto aos Doze Profetas, que seus ossos rebrotem de seus túmulos; pois fortaleceram Jacó e o resgataram por sua virtude fiel. Eclesiástico 49.12 – livro apócrifo.

Este texto nos mostra que toda e qualquer parte da Escritura tem um valor inenarrável para o homem. Tanto os livros históricos como o Pentateuco ou poéticos e/ ou profetas maiores são de suma importância para nós nos dias de hoje. O que não deixa de fora os chamados profetas menores. O sentido de menor não é a mesma coisa que de menos importância. No cenário bíblico todos os escritores foram de muita utilidade para Deus moldar a vida do seu povo a fim de cumprir os seus propósitos.

1- A ORIGEM DO TITULO “PROFETAS MENORES”.
Porque este titulo foi dado aos últimos doze  livros do antigo testamento? Se formos analisar a Bíblia hebraica eles estão inseridos no mesmo grupo dos “profetas maiores”.  Tudo indica que foi Esdras e a “grande sinagoga” que os agrupou desta forma aproximadamente em425 a.C. a tradição Judiaca os chamava de “os doze” o intreressante é que o escritor Jesus Bem Sirac os sitou em seu livro conhecido como eclesiástico. “Quanto aos Doze Profetas, que seus ossos rebrotem de seus túmulos; pois fortaleceram Jacó e o resgataram por sua virtude fiel. Eclesiástico 49.12 – livro apócrifo”. Quanto a designação 'PROFÉTAS MENORES" esta surgiu na Igreja Latina conforme registra Agostinho bispo de Hipona (345-430 d. c.).


1- MENORES EM QUANTIDADE NÃO EM QUALIDADE.
A origem do titulo “profetas menores” é lhes dado por sua pouca literatura escrita. Não podemos jamais deduzir que eles eram menores em importância que os chamados “profetas maiores”. Todos eles tiveram uma participação importantíssima no Canon. Definitivamente não é a qualidade se posso assim dizrer que está aqui em questão mas seus escritos –escritos estes tão importantes como qualquer outro livro da Bíblia Sagrada. “Toda Escritura divinamente inspirada é proveitosa para ensinar, para redarguir, para corrigir, para instruir em justiça, para que todo homem de Deus seja perfeito e perfeitamente equipado para toda boa obra”. 2 Tm 3.16,17

2- O CARATER DA PROFECIA.
A profecia dos livros em estudo não é de caráter preditivo tão somente, eeles pregavam contra o pecado atual do povo rebelde. Oseias criticou a postura adultera de Israel, Jonas pregou por quarenta dias contra a cidade de Nínive – no caso de Jonas a profecia foi de caráter atual e preditivo. “E começou Jonas a entrar pela cidade, fazendo a jornada dum dia, e clamava, dizendo: Ainda quarenta dias, e Nínive será subvertida”.(Jn 3.4)

3- OS PROFETAS MENORES E A IGREJA DO SÉCULO XXI.
 Foi o pastor Pedro quem nos mostrou a importância das palavras proféticas veja:
“E temos ainda mais firme a palavra profética à qual bem fazeis em estar atentos, como a uma candeia que alumia em lugar escuro, até que o dia amanheça e a estrela da alva surja em vossos corações; sabendo primeiramente isto: que nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação. Porque a profecia nunca foi produzida por vontade dos homens, mas os homens da parte de Deus falaram movidos pelo Espírito Santo”. II Pd 1.20,21,22

Educar é uma função de todos

Qual professor, ou mesmo pai, já teve a curiosidade de saber qual é o verdadeiro significado da palavra educar? E se essa é uma tarefa da família ou da escola? Para a maioria das pessoas “educar” é uma obrigação exclusiva das escolas e de seus respectivos profissionais, se esquecendo que Educar é uma função de todos, tanto dos pais quanto dos educadores. O conceito de educar vai muito além do ato de transmitir conhecimento, educar é estimular o raciocínio, é aprimorar o senso crítico, as faculdades intelectuais, físicas e morais.

O homem é um ser que precisa de orientação e informação. Esses conhecimentos são adquiridos na escola, e ela, juntamente com os pais, deve despertar nos alunos a curiosidade e a capacidade para entender o mundo que os cerca, e de ensiná-los os conceitos empregados pela sociedade.

A educação é função de todos, pois aprendemos até mesmo em uma conversa com uma pessoa de outra cultura, que recebeu educação diferente da nossa, etc. Isto é, nosso aprendizado depende não só da escola, mas também de nossos familiares e das pessoas que convivemos, seja na escola, em casa ou no trabalho. A educação é algo que cabe em qualquer lugar.

Por Marco Aurélio da Silva
Equipe Brasil Escola
Fonte: R7 - Canal do Educador